O Livro

Na concepção da diretora do espetáculo, Christiane Jatahy, o homem e o ator caminham juntos no percurso transformador da luz para a escuridão e da escuridão para a luz. ‘É sobre a luz e a escuridão, sobre ver e não ver, ler e cegar, cegar para ver. Nosso ‘livro-montagem’ é também sobre dois percursos que se encontram: o do ator que recebe o texto de ‘O Livro’ e o enfrenta e sobre o homem que recebe ‘O Livro’ do pai e o afronta’, conceitua a diretora. Fomos convidados para participar deste processo e encontrar o conceito para uma identidade que pudesse ilustrar, de forma clara e simples, a bela mensagem do espetáculo.

Topo da página

Na concepção da diretora do espetáculo, Christiane Jatahy, o homem e o ator caminham juntos no percurso transformador da luz para a escuridão e da escuridão para a luz. ‘É sobre a luz e a escuridão, sobre ver e não ver, ler e cegar, cegar para ver. Nosso ‘livro-montagem’ é também sobre dois percursos que se encontram: o do ator que recebe o texto de ‘O Livro’ e o enfrenta e sobre o homem que recebe ‘O Livro’ do pai e o afronta’, conceitua a diretora. Fomos convidados para participar deste processo e encontrar o conceito para uma identidade que pudesse ilustrar, de forma clara e simples, a bela mensagem do espetáculo.